Connect with us

Artigo de opinião

Review de Sonic Origins | A volta do azulão clássico

Que tal voltar um pouco no tempo em Sonic Origins? Confira a análise da Viciados.

Avatar photo

Published

on

Que tal voltar um pouco no tempo em Sonic Origins? Confira a análise da Viciados.

Em comemoração aos 30 anos de Sonic, do nosso eterno ouriço azul velocista, a SEGA anunciou em 27 de maio de 2021 o Sonic Origins, a coletânea de algumas das aventuras clássicas do azulão, permitindo assim nós termos nostalgia ao jogar games da nossa infância nos consoles e computadores modernos.

Sonic e suas origens

A coleção conta com Sonic The Hedgehog, Sonic The Hedgehog 2, Sonic 3 & Knuckles e Sonic CD, deixando o jogador escolher individualmente cada uma delas ou iniciar sua história cronológica, também temos a liberdade de escolher jogar com qualquer um de nossos heróis em todos os jogos, sendo Sonic, Tails e Knuckles além de é claro usar suas habilidades únicas e conhecermos por meio de cutscenes Amy Rose.

Review de Sonic Origins | A volta do azulão clássico 2022 Viciados
Sonic e seus amigos.

Sonic Origins ganha seus jogadores nos detalhes, em seus esmeros que trazem conforto, e a atenção ao valorizar seus personagens tão queridos pelos fãs. Provavelmente a adição mais importante para novos entusiastas, é a chamada “Coins“, que permite você reiniciar as fases bônus para conquistar todas as Esmeraldas do Caos, que substituem as vidas extras, fazendo então o jogador poder reiniciar quantas vezes precisar sua aventura, juntamente com o spin-dash no clássico Sonic The Hedgehog.

Algo que a SEGA faz de melhor é suas trilhas sonoras, tanto que nessa coletânea tivemos melhorias nas músicas, tirando abafamentos e atropelos com um som mais nítido e limpo. E caso queira ainda mais imersão aos velhos tempos, de padrão no modo história jogamos em 16:9, mas a coleção também traz seu suporte a 4:3, permitindo voltar ao verdadeiro clássico com vidas limitadas e fases bônus sem volta.

Review de Sonic Origins | A volta do azulão clássico 2022 Viciados
Esmeralda do Caos.

Para completar, o Museu traz para nós detalhes sobre nossos personagens, imagens, vídeos e músicas para ilustrar nossa história com o Sonic e seus amigos. Esse conteúdo é liberado apenas jogando e algumas desbloqueando com Coins.

Ainda temos trabalho pela frente

Esta coleção trouxe verdadeiras decepções. Infelizmente a SEGA anda em volta de muitas atitudes ruins ultimamente, desde o estranho aumento de preços e os constantes portes mal feitos com lançamentos preocupantes.

Confira também: Review de Dying Light 2 | “Atualização disponível”

Claro, não tira o mérito por trazer novidades, algumas interessantes como a taxa de frames melhorada, melhorias nos sprites e cenários, novas fases descartadas das versões originais, cutscenes extremamente lindas e finalmente a história tendo sua cronologia confirmada, mas não justifica o preço cobrado pela SEGA e nem a má otimização nos computadores mais humildes.

Vale a pena jogar Sonic Origins? A minha opinião! “8.6”

Esses jogos foram mais pensados aos antigos jogadores, finalmente os clássicos são mais acessíveis a eles, mesmo que tenha novas mecânicas adicionadas para atrair nossos consumidores. Sonic Origins compensa pelo seu carinho a franquia, mas peca pelo preço e problemas novos e antigos. Vários patchs estão a caminho, mas poderia ter sido uma coleção de clássicos ainda melhor.

Review de Sonic Origins | A volta do azulão clássico 2022 Viciados
Sonic Origins capa oficial.

O projeto foi mal gerenciado? Sim, até mesmo os próprios desenvolvedores falam isso. O estado ainda é insatisfatório, mas esperamos que tudo mude. Minha conclusão é; que pensem em adquirir no futuro, para que assim a lancem no estado que eles queiram e tornar Origins algo propriamente definitivo.

Enfim, gosta do Portal Viciados? Contamos contigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir. Também faça parte da discussão no Facebook e no Twitter.

ESTE É UM ARTIGO DE OPINIÃO E PODE NÃO REPRESENTAR A VISÃO DEFENDIDA POR ESTE VEÍCULO ACERCA DO TEMA TRATADO.

Obrigado à SEGA pela cedência da Key para a realização desta review.

Co-fundador e redator da Viciados. Estou aqui para escrever. Meio óbvio?

Advertisement

Confira também