Connect with us

Games

Desenvolvedora de Aeon Must Die! acusada de roubo!

Ainda não se sabe quais repercussões serão geradas!

Published

on

A Focus Interactive reagiu às alegações sobre os maus tratos aos funcionários da Limestone Games durante o desenvolvimento de Aeon Must Die.

Se assistiu ao State of Play de quinta-feira, pode ter reparado em Aeon Must Die, um jogo da Focus Home Interactive que será lançado em 2021 para PC, PS4, Xbox One, e Switch. Porém, logo após a revelação do título, uma estranha mensagem surgiu no Twitter, expondo a declaração de um ex-desenvolvedor da Limestone Games; estúdio que está por trás do game, acusando a publisher de “manipulação” e “roubo”. 

Assim sendo, os produtores por detrás de Aeon Must Die, um novo beat’em up, vieram a público com acusações graves ao CEO do estúdio Limestone Game, desde abuso laboral a roubo de propriedade intelectual. A editora do jogo, Focus Home Interactive, já emitiu um comunicado onde se compromete a investigar as acusações.

A mensagem, que afirmava que “as pessoas que trabalharam em cada cena do jogo não estão mais com a empresa detentora dos direitos da propriedade intelectual”, com diversas delas nem chegando a ser “pagas pelo seu trabalho”; Assim imediatamente a assessoria da Focus Home Interactive, emitiu uma nota confirmando que o caso está sendo acompanhado e, caso as assertivas tenham fundamento, “tomará todas as medidas apropriadas”.

Veja também as últimas notícias:

Aeon Must Die “criado com abuso, manipulação e roubo!.”

Aliás, pouco tempo depois da estreia do trailer oficial do jogo no livestream do State of Play, foi publicado no YouTube um segundo trailer; além disso, por um utilizador privado, acompanhado de uma descrição condenadora: “Este trailer foi criado com abuso, manipulação e roubo.”

O vídeo postado no YouTube também contém um link para uma pasta de Dropbox, em sua descrição, contendo diversos materiais comprovando as denúncias. Entre eles, encontravam-se documentos compilados por oito ex-devs da Limestone Games, que levaram ao público diversas questões sérias envolvendo procedimentos internos do estúdio.

Ademais entre as acusações, as de maior repercussão foram as acusações de abusos praticados pelo presidente-executivo Yaroslav Lyssenko, que não pagava o trabalho de funcionários, e um “conflito de IP pendente”, que supostamente foi roubado por meio de um “jogo sujo” dos atuais detentores dos direitos autorais.

Confira também: Novas pistas apontam para o anúncio de Injustice 3 no DC Fandome!

Por fim, há também os testemunhos dos funcionários lesados, que também alegam terem tentado entrar em contacto com a editora Focus Home Interactive, sem obter qualquer resposta. Assim sendo, a Focus Home Interactive acabou se vendo obrigada a fazer um comunicado através do Twitter; onde se alheia de qualquer responsabilidade, garantindo no entanto que até investigar a situação, a Focus Home não voltará a comentar o assunto:

Jornalista e Redator do Portal Viciados.

Advertisement

Confira também