Connect with us

Games

Nintendo eShop suspende serviços na Rússia

Devido a todo o cenário conflituoso na Rússia, a Nintendo suspendeu seu serviço eShop no país!

Published

on

Nintendo eShop suspende serviços na Rússia 1

Tendo em vista todo o cenário de tensão entre a Rússia e a Ucrânia; várias empresas de jogos estão removendo seus títulos das lojas na Rússia e na Bielorrússia. Recentemente, a Nintendo começou a interromper os serviços do eShop no país – o eShop é válido para a compra de jogos no Switch e o mesmo, se encontra indisponível no momento.

O site russo da Nintendo publicou um comunicado explicando toda a situação envolvendo o serviço suspenso de ambos os países – a IGN fez uma tradução do russo para o inglês e nós fizemos do inglês para português. Confira a publicação em russo junto da tradução:

Nintendo eShop suspende serviços na Rússia 2

INFORMAÇÃO IMPORTANTE

Nintendo eShop

Devido ao fato do serviço de pagamento usado na Nintendo eShop ter suspendido o processamento de pagamentos em rublos, a Nintendo eShop na Rússia está temporariamente em modo de manutenção. Pedimos desculpas por qualquer inconveniente causado. Compartilharemos atualizações à medida que a situação se desenvolver.

O serviço da empresa atualmente se encontra em estado de manutenção e aparentemente não tem previsão de retorno – não é possível comprar jogos ou loots na Rússia ou na Bielorrússia, visto a suspensão do pagamento em rublos, principal moeda dos países. Empresas como a Rockstar Games tomaram a mesma decisão de remover a possibilidade de compra de seus jogos no país.

Nintendo eShop suspende serviços na Rússia 3
Créditos: IGN

Confira também: PS Plus | Veja os possíveis jogos para abril de 2022

Enfim, gosta do Portal Viciados? Contamos contigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir. Também faça parte da discussão no Facebook e no Twitter!

Fonte: Gamingbible

Jornalista e Redator do Portal Viciados, criador de mods de tradução para Grand Theft Auto nos tempos livres, gosta de tecnologia com foco para as marcas da AMD, Intel e Nvidia.

Advertisement

Confira também