Ligue-se a nós

Animes & Mangás

Estúdio Trigger é acusado de não pagar os funcionários!

O Studio Trigger e apontado em uma recente divulgação por não ter pago diversas horas de trabalho de seus funcionários.

Publicado

no

O estúdio Trigger e acusado de não pagar diversas horas de trabalho de muitos de seus funcionários segundo dados divulgados.

O estúdio Trigger é um dos estúdios de anime mais reconhecidos na indústria japonesa, e até hoje eles nos deixaram jóias como “Kill la Kill”, “Promare” ou, mais recentemente, “BNA: Brand New Animals”

Além disso, dias atrás, foi anunciado que o estúdio ficaria encarregado de trabalhar noanime do Cyberpunk 2077 intitulado “Cyberpunk: Edgerunners”, e embora tudo pareça estar indo bem para empresa … notícias “desanimadoras” também chegaram.

Em seguida, deixamos o tweet com o qual foi divulgado o caso de inadimplência que a Trigger enfrentou nas últimas semanas:

Veja também as últimas notícias:

Como ficou a situação?

Como podemos ler, no tweet, destaca-se que a Trigger não pagou as horas extras para alguns trabalhadores que investiram seu tempo no SSSS.Gridman; embora felizmente a situação já estivesse resolvida. Deve-se notar, no entanto, que SSSS.Gridman teve sua estreia em outubro de 2018; por isso levou quase dois anos para que esse caso fosse divulgado a qual, possivelmente, não foi resolvido até algumas semanas atrás.

A verdade é que, infelizmente, este caso da Trigger não é uma situação isolada na indústria de animes; que muitas vezes está envolvida em controvérsias justamente por causa das condições de seus trabalhadores. De fato, durante o início do presente 2020, sabíamos que o estúdio após o anime oficial de Pokémon havia sido acusado de oferecer salários ruins para seus funcionários, bem abaixo do trabalho realizado.

Confira também: Meikyuu Black Company terá uma adaptação para anime!

Por fim, esperemos, que a partir de agora essa situação não se repita na Trigger; a qual tem pela frente um projeto grande e muito esperado com Cyberpunk: Edgerunners.

Anúncio
💬 Comentários | Clique aqui para ver e comentar

Em Alta