Connect with us

Games

Doom Eternal | A Bethesda aparentemente quebrou sua proteção DRM

Published

on

Em uma situação estranha, a editora Bethesda acabou deixando um arquivo executável (cracked DRM-free) nos arquivos do jogo Doom Eternal.

Não é a primeira vez que a Bethesda cometeu o erro, como foi visto no ano passado com o Rage 2. Os jogadores acabaram descobriram um executável DRM-free para Doom Eternal escondido nos arquivos da versão Bethesda Launcher.

No launcher da Steam e da Bethesda, o Doom Eternal foi lançado com o Denuvo(é uma tecnologia anti-trapaça desenvolvida pela empresa austríaca Denuvo Software Solutions) DRM embutido para desencorajar a pirataria. Infelizmente para a Bethesda, o Doom Eternal tinha um .exe sem DRM deixado entre os arquivos da versão lançada em seu iniciador interno. Um pôster no Reddit descobriu o arquivo em uma pasta chamada “original”, escrevendo “Hum, pessoal – acho que eu” desboquei “Doom Eternal? [Sério]”.

Doom Eternal | A Bethesda aparentemente quebrou sua proteção DRM 1

Veja também as últimas notícias:

Foi mesmo um erro no lançamento de Doom Eternal?

Embora o tipo de DRM da Denuvo já tenha sido considerado praticamente à prova de crack pela comunidade, nos últimos anos, os jogos protegidos por Denuvo às vezes foram quebrados poucas horas após seu lançamento. Em casos menos extremos, a Denuvo diz que ainda considera alguns dias de proteção DRM efetiva valiosa para seus clientes editores, que procuram proteger seu período vital de vendas pós-lançamento inicial da concorrência pirata gratuita.

Obviamente, nada disso importa se o próprio editor vazar a chave para quebrar o DRM da Denuvo. E enquanto muitos estão assumindo que essa distribuição foi um acidente, isso não está completamente claro neste momento.

A Bethesda atualizou a versão Bethesda.net do jogo para remover o arquivo.exe sem DRM, mas é tarde demais: o .exe desprotegido já entrou em circulação de pirataria. Embora não seja apenas para piratas – alguns jogadores temem que o código antipirataria da Denuvo diminua o desempenho dos jogos que eles pagaram.

Como dito anteriormente, não é a primeira vez que isso acontece com um jogo da Bethesda. O Rage 2 também foi lançado com um .exe DRM-free no ano passado. Algumas pessoas até imaginaram que esse incidente foi um easter-egg da Bethesda, uma maneira de trollar piratas carregando um executável que só funciona corretamente nas primeiras missões do jogo. Alguns jogadores sofreram falhas no terceiro nível com o .exe limpo, mas isso parece ser um problema de driver não relacionado.

Não deixe de verificar outras notícias em nossa sessão de games.

Jornalista e Redator do Portal Viciados.

Advertisement

Confira também