Connect with us

Viciados

Animal Crossing | Grupo de hackers iniciam serviço gratuito para aldeões

Comunidade Animal Crossing: New Horizons soube do hacker que distribuiu Raymonds para combater a ganância do mercado negro.

Published

on

Comunidade Animal Crossing: New Horizons soube do hacker que distribuiu Raymonds para combater a ganância do mercado negro.

Antes de mais nada a comunidade Animal Crossing: New Horizons soube do hacker que distribuiu Raymonds para combater a ganância do mercado negro, a resposta foi imensa.

À primeira vista quando a comunidade Animal Crossing: New Horizons soube do hacker que distribuiu Raymonds para combater a ganância do mercado negro, a resposta foi imensa. PokeNinja, desde já a alma ‘generosa’ por trás do projeto, não conseguiu acompanhar todas as pessoas perguntando se elas também poderiam ter um gato cinza livre em seu jogo.

A princípio o PokeNinja usou uma versão hackeada do jogo para gerar aldeões para doar a outros jogadores. O método que ele usou consumia muito tempo e não podia ser ampliado para atender à enorme demanda. Por outro lado, enquanto PokeNinja leu as mensagens que inundavam sua caixa de entrada, ele descobriu que não era o único que queria lutar contra a crescente toxicidade em torno da economia Animal Crossing.

Animal Crossing | Grupo de hackers iniciam serviço gratuito para aldeões 1
Animal Crossing: New Horizons

Comunidade de hackers:

Primeiramente alguns fãs queriam aprender a invadir seus próprios jogos, para que eles também pudessem retribuir à comunidade maior de Animal Crossing. Outros já sabiam como se meter com suas cópias do jogo e queriam se juntar à causa.

Ainda mais, o PokeNinja começou a pensar em expansão. Ele conversou com cerca de 20 candidatos e começou a esboçar idéias para um grupo que ele chamaria de Villager Haven. Do mesmo modo a idéia era simples, mas ambiciosa: fornecer a qualquer jogador em potencial uma maneira fácil de conseguir o morador dos seus sonhos, gratuitamente.

Perto do final de junho, o projeto foi lançado Juntamente com um Discord. Qualquer um pode participar. Tudo o que você precisa fazer é digitar o aldeão que deseja através de um bot, e o sistema solicita que você confirme sua escolha.

Logo depois, um membro da equipe entrará em contato com você para configurar os detalhes. Você tem 48 horas para pegar um aldeão dos sonhos em potencial. Você não precisa fazer nada de especial para conseguir o que deseja; não há trocas de Bells, ingressos para milhas Nook ou móveis com o que se preocupar.

Tweets de @PokéNinja:

Ao mesmo tempo, a resposta foi tremenda. Dos primeiros 450 pedidos, metade deles eram Raymond, o felino popular com heterocromia, disse PokeNinja. O fervor em torno de Raymond pode não ser mais tão visível online, pois parte do mundo passou do Animal Crossing, mas a fome ainda está lá. Sem surpresa, as pessoas que participam do programa parecem emocionadas.

Posteriormente, mais de 3.000 pessoas se juntaram ao Discord. A equipe esperava uma carga alta durante o lançamento, mas até agora, o lançamento não teve problemas.

Confira também: Crash Bandicoot 4: | Data de Lançamento Confirmada

“A parte mais desafiadora é definir a expectativa para a comunidade de que não há um prazo para retornarmos a eles”

Disse PokeNinja. Do mesmo modo toda solicitação é registrada, mas você pode ter que esperar um pouco para pegar o aldeão. As pessoas não sabem onde estão na fila, apenas que devem ter um pouco de paciência enquanto humanos reais trabalham nos bastidores para fazer tudo acontecer.

“Nosso objetivo é ajudar o maior número possível de pessoas e, ao mesmo tempo, conscientizá-los de que eles podem ter tempos de espera desconhecidos”

Animal Crossing | Grupo de hackers iniciam serviço gratuito para aldeões 2
Animal Crossing: New Horizons

Da mesma forma continuou ele, dizendo que espera dobrar sua equipe dentro de uma semana. “Quanto mais fazemos, mais entendemos o que esperar de nossos prazos em termos de passar pelas filas”.

De acordo com o coletivo, neste momento, cresceu além de apenas “hackers”, diz PokeNinja – está se tornando uma comunidade de pessoas que estão usando uma variedade de métodos para caçar aldeões por outros jogadores, seja uma coleção extensa de amiibo ou um mistério antigo Pesquisas na ilha.

Assim é grande o suficiente para que não se possa deixar de pensar se os esforços começarão a chamar a atenção da Nintendo, apesar de sua generosidade. Mas PokeNinja não está preocupado.

“Há muito mais pessoas vendendo aldeões no eBay e em outros sites. Parece um pouco estranho atingir um time pequeno como nós”

Disse ele. “Se meu console fosse banido pela Nintendo, eu simplesmente pegaria outro e continuaria.”

Enfim, gosta do Portal Viciados? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Fonte: Polygon

Colaborador do Portal Viciados, dono do canal "CanalSemTerror" no YouTube.

Advertisement

Confira também